Vaticano: Lugar dos pobres é «no coração» da Igreja e não à porta das igrejas, diz o Papa

2021-11-17       Actualidade       Igreja  

  

 Papa afirmou que o lugar dos mais necessitados é no “coração” da Igreja e não à sua porta, numa mensagem enviada à Associação ‘Fratello’ (irmão), por ocasião do V Dia Mundial dos Pobres, assinalado no domingo passado.

“Peço perdão em nome de todos os cristãos que vos magoaram, ignoraram e humilharam. Cada homem e cada mulher é o templo de Deus, vós sois templo de Deus, o tesouro da Igreja. O vosso lugar não é à porta das igrejas, mas no coração da Igreja. Vós sois o favorito de Deus, entre vós estão santos escondidos”, refere Francisco.

A mensagem em vídeo foi gravada durante a visita do Papa a Assis, na última sexta-feira, para um encontro de oração e testemunho com centenas de pobres de vários países.

A ‘Fratello’ promoveu uma cadeia de oração, com encontros de meia hora, que mobilizaram pessoas pobres de várias partes do mundo.

“Sinto-me muito próximo de todos; quero lembrar a cada um de vós o quanto Deus nos ama, e o quanto Deus vos ama”, indica o Papa aos participantes.

Francisco evoca as “situações difíceis, muito difíceis, dolorosas e às vezes insuportáveis” das pessoas pobres, “na prisão, nas favelas, numa cama de hospital, nos bairros mais pobres, abandonados, isolados, e às vezes até numa guerra”.

“Alguns de vós hoje não têm mais nada, não sabem se vão comer hoje à noite ou onde vão dormir”, acrescenta.

A reflexão destaca a importância da pobreza no ensinamento cristão.

“Jesus precisa de vós para salvar o mundo, ele veio por nós, pobres, os pequenos, os doentes, os feridos da vida, os amargurados, para nos encher com o seu amor. Se nos reconhecermos como pobres, reconhecemos uma carência e então Deus pode supri-la”, aponta o Papa.

“Tornar-se pobre de coração é um convite radical a nos despojarmos do que temos, ou do que pensamos ter, do nosso pecado, para deixar Deus vir e encher-nos do seu amor. Que o Senhor nos ajude a nos tornarmos muito pequenos, para que Ele seja grande em nós, grande”, acrescenta.

Francisco assinalou este domingo o V Dia Mundial dos Pobres com uma celebração na Basílica de São Pedro.

Fonte: Agência Ecclesia (adaptado)

 



Notícias relacionadas