Cáritas cabo-verdiana inicia comemoração do 45º aniversário, evocando a luta pela erradicação da pobreza

2021-11-15       Actualidade       Igreja  

  

No mês de junho de 2022, a instituição celebra 45º aniversário, reafirmando sua opção preferencial pelas pessoas empobrecidas do país.

Sobre a comemoração da fundação em Cabo Verde, a secretária da Cáritas Paroquial da Paróquia de Nossa Senhora do Livramento (Ponta do Sol, Santo Antão), Maria Auxília, referiu que "este ano das comemorações temos um programa até junho de 2022", e "agradecemos aos paroquianos durante todos esses anos e continuamos a contar com a vossa colaboração".
A Cáritas, a nível nacional, diocesano e paroquial, aproveitou o Dia Mundial do Pobre, para se associar ao número incontável de pessoas que, individualmente ou através de instituições de tipo diverso buscam um mundo mais equitativo do qual se estinga a pobreza absoluta e se consiga uma distribuição mais justa da riqueza produzida.
Para celebrar seu 45º aniversário de fundação, a Cáritas Cabo-verdiana apresenta uma série de eventos e celebrações comemorativas que vão de 21 de novembro de 2021 a junho de 2022.
Nessas décadas de atuação no país, a Cáritas Cabo-verdiana prioriza ações mobilizadoras a partir do protagonismo de comunidades, mulheres, jovens, migrantes, pessoas atingidas pelos impactos ambientais, grupos de economia popular solidária e todo o conjunto da sociedade, na incidência política, pelo amplo acesso aos direitos fundamentais e garantia dos direitos humanos, assim como dos direitos da natureza.

História da Cáritas em Cabo Verde
A Cáritas Cabo-verdiana foi fundada em 1976. Desde 1999, a Caritas tem se empenhado em programas para empoderar famílias e comunidades pobres, a fim de criar condições favoráveis ​​que permitam às pessoas se adaptarem às condições de vulnerabilidade. 
Existem projetos de segurança alimentar e nutricional: desenvolvimento da agroecologia e pequenas hortas, aumento da renda familiar (atividades geradoras de renda, economia solidária); de acesso à água potável: apoio à construção de cisternas e reservatórios para captação de água da chuva e armazenamento da água autotransportada; de restauração das casas mais pobres; de integração de crianças em situação de risco: (projeto meninos de rua do Mindelo) atividades de lazer, colónias de férias; artesanato e reciclagem; de promoção dos direitos cívicos e compromisso social: campanha contra o uso de drogas e álcool, prevenção da delinquência, criação de grupo de interesse econômico; de treinamento para a criação de empregos e trabalho autônomo (artesanato, artes culinárias); de proteção do meio ambiente: introdução da agroecologia, plantio de árvores e introdução de novas espécies resistentes à seca; de partilha interna e externa: partilha entre Cáritas paroquiais e entre grupos de economia solidária, partilha de experiências e métodos de trabalho com a rede Caritas: Brasil, Caritas França - Região Champagne Ardennes.

A Cáritas Cabo Verde participa em várias comissões a nível governamental (Comissão de Combate às Drogas, Fundo Global, etc.). A nível internacional, a Caritas Cabo Verde trabalha em colaboração com a Secours Catholique Champagne Ardennes, na França, a Caritas Luxembourg, a Fundação Jean Paulo II para o Sahel e a Conferência Episcopal Italiana.

Fonte: Diocese de Mindelo

 



Notícias relacionadas