PE ADRIANO BAPTISTA ORGULHA-SE POR ESTAR NA PRIMEIRA PARÓQUIA QUE JOÃO PAULO II PISOU EM CABO VERDE

2020-01-25       Actualidade       Igreja  

  

O Pe Adriano Baptista, pároco de Santo António e Nossa Senhora das Dores, orgulha-se por estar na paróquia que há 30 anos atrás era pisada por um Santo Padre, neste caso o Papa João Paulo II.

Há, Precisamente, 30 anos, no dia 25 de Janeiro de 1990, o Papa João Paulo II desembarcava no Aeroporto Internacional Amílcar Cabral, para a primeira Visita Apostólica de um Pontífice a Cabo Verde. Depois de descer do avião, como de costume, ajoelhou-se e beijou um pedaço de terra da paróquia de, na altura, Nossa Senhora das Dores e, hoje, Santo António.
Volvidos 30 anos, o então pároco das paróquias da ilha do Sal, Pe Adriano Baptista, em conversa com a Inforpress, recorda a visita do Papa João Paulo II a Cabo Verde: «era uma criança de 06 anos, quando pela primeira vez o Papa João Paulo II pisou estas ilhas. Longe de pensar que algum dia viria a ser padre. Mas, são acontecimentos que a gente vai ouvindo e vai dando importância».
O Pe Adriano Baptista é da opinião de que «a visita de um Papa a um país é sempre um marco importante para a igreja, para os fiéis era todo aquele país». Baptista considera que a visita de um Papa a um país é importante «porque o Papa é um representante de Cristo na Terra que visita o país. Segundo informações que eu tive, o Papa João Paulo II foi acolhido com grande alegria em Cabo Verde».
Papa João Paulo II visitou Cabo Verde nos dias 25, 26 e 27 de Janeiro de 1990, e esteve na ilha do Sal e nas cidades da Praia e do Mindelo, naquela que é a primeira e única visita de um Papa ao arquipélago.

Fonte: Inforpress

 



Notícias relacionadas