Padre Camilo parte para a Casa do Pai aos 89 anos

2018-08-11       Actualidade       Igreja  

  

É com profundo pesar que a  Diocese de Mindelo vive esta partida do missionário capuchinho Padre Camilo;
Homem da Igreja e da sociedade, ele é uma das grandes figuras que marcaram a nossa terra, pela sua entrega abnegada e generosa pela causa do Evangelho e pelo seu grande sentido de solidariedade humana.

É com profundo pesar que a  Diocese de Mindelo vive esta partida do missionário capuchinho Padre Camilo;
Homem da Igreja e da sociedade, ele é uma das grandes figuras que marcaram a nossa terra, pela sua entrega abnegada e generosa pela causa do Evangelho e pelo seu grande sentido de solidariedade humana.

Rogamos ao Senhor do tempo e da eternidade para que receba no Seu Reino este seu humilde servo. Aos irmãos capuchinhos manifestamos a nossa solidariedade na dor.

«Luigi Torassa, conchecido e amado como padre Camilo, faleceu esta tarde no Hospital de São Francisco de Assis em São Filipe, vítima de doença prolongada. A residir no Fogo, pela última vez, desde janeiro de 2017, Camilo desejava efectivamente fechar os seus dias entre os sãofilipenses por quem trabalhou arduamente durante muitos anos.Padre Camilo nasceu em Itália a 17 de Outubro de 1929 e entrou para o Capuchinhos aos 18 anos (1947).A 21 de Fevereiro de 1954 ordenou-se sacerdote e em Dezembro do mesmo ano apresentou aos superiores o pedido para vir trabalhar em Cabo Verde.Passou mais três anos em Itália como professor no seminário e dois anos em Portugal e a 30 de Janeiro de 1960 desembarcou em São Vicente para depois rumar à ilha do Fogo, tendo passado dois anos em São Lourenço, antes de assumir a Paroquia de Nossa Senhora da Conceição, onde permaneceu durante 31 anos (Setembro de 1961 a Julho de 1992).Foi pároco de Santa Catarina.Durante o seu reinado, além do trabalho espiritual, Padre Camilo realizou um conjunto de acções que contribuíram para formação de várias gerações e das quais destacam-se a construção da Escola ou Casa Materna (66/67), onde funcionou o primeiro jardim infantil, escola primária e onde nasceu a primeira escola secundaria da ilha, o centro catequético João Paulo II, as capelas de Cabeça Monte, Monte Largo, Chã das Caldeiras (consumidas pelas lavas da ultima erupção), duplicou a capacidade da casa paroquial.Foi fundador da equipa de Juventude de São Filipe e do extinto grupo de teatro “Chuva Brava”.Depois do Fogo foi para São Vicente  (1992) e depois na ilha Brava como pároco a partir de 2002, estando neste momento nas instalações do lar de idoso Madre Teresa de Calcutá.»
in https://terranova.cv/index.php/igreja/4683-padre-camilo-torassa-morre-aos-87-anos-no-fogo


Notícias relacionadas

         Ulisses Correia e Sila diz que «Irmãos Capuchinhos lutaram pela dign ... (2017-04-29)
         Padre Camilo Torassa recebe as chaves da cidade de São Filipe (2017-04-29)
         Irmãos Capuchinhos Reuniram-se em Encontro Nacional (2017-02-04)
         IRMÃOS CAPUCHINHOS EM RETIRO ESPIRITUAL (2016-07-09)