Ex-jogador do Manchester United é ordenado sacerdote

2017-07-13       Actualidade       Igreja  

  

O ex-jogador do Manchester United, Philip Mulryne, foi ordenado sacerdote da Ordem Dominicana no último sábado, 8 de julho, aos 39 anos.

O agora Padre Mulryne chegou a atuar ao lado de jogadores como David Bekcham e Ryan Giggs entre 1997 e 1999, no Manchester.
A ordenação aconteceu na Igreja de St. Saviour, em Dublin, e foi presidida pelo Arcebispo dominicano Augustine Di Noia, secretário assistente da Congregação da Doutrina da Fé, que viajou à Irlanda especialmente para esta cerimônia.
Em sua homilia, o Arcebispo recordou a Philip Mulryne que os anos de sua “formação sacerdotal se desenvolveram no marco da comunhão fraterna da Ordem Dominicana”.
“Esta dupla formação se entrelaçou em todos os pontos até este momento quando, pela imposição das minhas mãos, você se tornará partícipe da obra de mediação de Cristo, através da qual, como disse Santo Tomás, comunicará, com Cristo, ‘coisas divinas às pessoas’ e oferecerá a Deus a oração das pessoas e, até certo ponto, ‘fará reparações a Deus por seus pecados’”.
Dom Augustine Di Noia afirmou ainda ao ex-jogador que “a abundância da divina graça que recebeu na sua formação dominicana e sacerdotal o trouxe até este momento maravilhoso”, aconselhando a seguir o exemplo do Bom Pastor, “que não veio para ser servido, mas para servir”.
“Que sua vida seja marcada especialmente pelo mesmo zelo fervoroso pelas almas que se manifestou em nosso santo pai São Domingos e em vários outros santos sacerdotes e bispos da Ordem dos Pregadores”, acrescentou.
Pe. Mulryne nasceu em Belfast, na Irlanda do Norte, e conforme assinala o site dos Dominicanos da Irlanda, foi descoberto pelo Manchester United aos 14 anos, quando jogava pelo seu time de futebol paroquial.
Estreou pelo famoso time de futebol inglês em 1997 e atuou também pelo Norwich City e disputou 27 partidas com a seleção da Irlanda do Norte. Por acumular uma série de lesões, aposentou-se em 2008 e decidiu voltar para sua terra natal. Em seguida, decidiu atender o chamado ao sacerdócio.
Paul McVeigh, que jogou com Mulryne no Norwich, disse ao ‘Catholic Herald’ que ficou surpreso ao saber que o ex-companheiro de equipe tinha decidido “estudar para ser sacerdote católico”.
“Entretanto, estava em contato com ele, sabia que tinha mudado radicalmente a sua vida e que estava realizando muitos trabalhos de caridade”, expressou.
Mulryne ingressou no Seminário Diocesano de Belfast, estudou durante dois anos Filosofia na ‘Queens University’ e no ‘Maryvale Institute’. Em seguida, foi para o Pontifício Colégio Irlandês, em Roma, para estudar Teologia por um ano na Universidade Gregoriana, antes de discernir o chamado à vida religiosa.
Philip entrou para a Casa do Noviciado Dominicano em Cork, na Irlanda, em 2012. Em 2013, quando recebeu o hábito dominicano, Philip Mulryne disse que seu objetivo na vida religiosa é “ser completamente de Deus com a profissão dos conselhos evangélicos”.
“Apesar de nossas faltas, sabemos que Ele nos transforma com a sua graça e, ao sermos transformados, podemos comunicar a alegria aos outros”, ressaltou.
O ex-jogador do Manchester United foi ordenado diácono em 29 de outubro de 2016. Agora, após se tornar presbítero, os dominicanos expressaram em seu site que se alegram com Pe. Philip e sua família e pedem a todos que sigam rezando por ele, nesse começo de sua nova etapa na “vida como dominicano em sua vocação sacerdotal”.


Notícias relacionadas