DIOCESE DE SANTIAGO CELEBRA 487 ANOS COM INSTITUIÇÃO DE LEITORES

2020-02-01       Actualidade       Igreja  

  

A Diocese de Santiago celebrou ontem, 31 de Janeiro, 487 anos de erecção e a data ficou assinalada com a instituição de leitores a 13 candidatos ao diaconado permanente, numa celebração que aconteceu às 17h00, na catedral de Nossa Senhora da Graça e que foi presidida pelo Cardeal, Dom Arlindo Gomes Furtado.

Em 20 de Maio de l532, o rei D. João III, de Portugal, julgando poder fundar um Bispado em Cabo Verde, formulou o pedido ao Papa nesse sentido. A sede seria na vila da Ribeira Grande, ilha de Santiago - a qual, para o efeito, teria que ser criada cidade como de facto aconteceu a quando da criação da Diocese, e o território abrangeria não só o arquipélago de Cabo Verde como também uma parte do continente que lhe ficava contíguo numa extensão de 350 léguas de terra firme na costa ocidental africana, desde o rio Senegal até ao rio S. André, perto de Cabo das Palmas, isto é, a actual Gâmbia, o sul do Senegal, a Guiné Bissau, a Guiné Conacry, a Libéria, a Serra Leoa e a Costa do Marfim. O rei apresentara para bispo D. Braz Neto, ao tempo, embaixador de Portugal em Roma.
Em 3l de Janeiro de l533 pela Bula “Pro Excelenti”, o Papa Clemente VII criava a Diocese de Santiago de Cabo Verde com sede na igreja paroquial da Ribeira Grande, ilha de Santiago. Ficaria sufragânea da Diocese do Funchal, erecta na mesma data, e, pelo mesmo documento, erecta em metrópole Eclesiástica.
Dos três primeiros Bispos de Cabo Verde sabe-se que D. Braz Neto (l533-l534) tomou posse da Diocese em Lisboa, mas por lá ficou sem ter vindo à Diocese, como aconteceu, de resto, com muitos dos seus sucessores; que D. João Parvi ou D. João de Évora (l538-l546) que era francês de origem, veio à Diocese (e nisso foi o primeiro) e faleceu na Ribeira Grande, tendo sido sepultado na Sé; e que D. Francisco da Cruz (l547-l572) foi o iniciador dos trabalhos da Catedral, bem como a Igreja da Misericórdia.
Em comemoração do dia da criação da Diocese houve uma missa solene ás 17 horas, na Igreja matriz de Nossa Senhora da Graça, no Plateau, onde se fez também a instituição no ministério do leitores os 13 candidatos ao diaconado permanente e a bênção da imagem de São Tiago Menor, padroeiro da Diocese.

Fonte: Terra Nova

 



Notícias relacionadas