CARITAS CABO-VERDIANA LANÇA CAMPANHA SOLIDÁRIA “UNIDOS POR MOÇAMBIQUE”

2019-04-14       Actualidade       Igreja  

  

A Caritas Cabo-verdiana lança uma Campanha Solidária hoje, 14 de Abril, em favor de Moçambique que, ultimamente, foi afectado pelo Ciclone IDAI. A Campanha Solidária decorre de 14 de Abril a 14 de Maio.

Segundo um Circular endereçado pelo Presidente da Caritas Cabo-verdiana, Dom Ildo Fortes, «vastas áreas de Moçambique, Malawi e Zimbábue estão submersas e isoladas do mundo. Ventos fortes, inundações e fortes deslizamentos de terra causaram destruição e danos terríveis às infraestruturas, incluindo serviços de escolas e saneamento. A maioria das pessoas não tem acesso a água potável, o que resulta em maior risco de doenças transmitidas pela água, particularmente entre crianças». Neste sentido, «a Igreja em Cabo Verde mobiliza-se para lançar uma Campanha de Solidariedade para com o povo de Moçambique vítima do ciclone IDAI que causou uma devastação sem precedentes no sul da África» - refere o mesmo documento.
Segundo o Bispo da Diocese de Mindelo, «houve apoios desde a primeira hora, mas sabemos que será necessário muito e durável tempo e esforços para ajudar a colmatar as necessidades sentidas e a sentir de várias ordens:  segurança alimentar, habitação, vestuário, combate às doenças, etc». Neste sentido, a Caritas Cabo-verdiana lança a campanha que começa hoje, 14 de Abril e termina em 14 de Maio, ou seja, um mês para os cabo-verdianos e cabo-verdianas mostrarem solidariedade para com o povo de Moçambique.
As Caritas, através das Paroquias, centralizam a recepção das ajudas da comunidade paroquial que por sua vez serão depositadas na Conta Bancária Caritas Cabo-verdiana - 11651156102 – IBAN:CV64000300001165115610276 - SWIFT:BCATCVCV. As pessoas que assim o entenderam poderão também fazer o seu donativo directamente na conta acima indicada. Segundo a Campanha Solidária, «não será autorizada nenhuma entrega de donativo em mãos, sem que a pessoas esteja habilitada para isso. E cada donativo é objeto de um recibo», e, «as Caritas paróquias poderão fazer outras atividades de angariação de fundos como: Quermesses, tardes de Chá e outras».



Notícias relacionadas