BISPO DE BRAGANÇA MARCHA POR ESTUDANTE GIOVANI RODRIGUES

2020-01-10       Actualidade       Igreja  

  

O ano de 2019 terminou com uma notícia que inquietou o país e a diáspora. Um jovem cabo-verdiano de apenas 21 anos, estudante na cidade portuguesa de Bragança, de nome Luís Giovani dos Santos Rodrigues, foi espancado barbaramente por 15 pessoas, segundo as informações, no dia 21 de Dezembro, quando saía de uma discoteca da dita cidade. Giovani não resistiu e acabou por falecer no passado dia 31 de Dezembro.

A morte de Giovani, como era conhecido, tem causado muita discussão na mídia, nas redes sociais e, algumas vezes, até com algum exagero. É claro que é de se lamentar o sucedido, mas também é preciso uma certa prudência uma vez que não se sabe de todos os contornos do que se passou. É preciso deixar a investigação correr normalmente para depois se chegar à uma conclusão definitiva.
No entanto, tem havido algumas manifestações. Neste sentido, o Bispo de Bragança, Dom José Cordeiro, associa-se numa marcha silenciosa que acontece amanhã, 11 de Janeiro, em diversas partes de Portugal e de Cabo Verde em homenagem ao Giovani.
O Prelado de Bragança-Miranda, num comunicado, avançou que «lamenta profundamente a morte trágica do jovem Luís Giovani Rodrigues, aluno da Escola Superior de Comunicação, Administração e Turismo de Mirandela e residente em Bragança». Dom José Cordeiro defende, ainda, «à justiça e à paz na defesa da dignidade integral da pessoa humana, condenando todo o tipo de violência».
A marcha termina com uma missa celebrada na catedral de Bragança pelo Bispo, Dom José Cordeiro. À mesma hora, há caminhadas silenciosas em Lisboa, Coimbra, Porto, Covilhã… em Portugal. Também, em Cabo Verde, há uma caminhada aqui na cidade de Mindelo. Rezemos pelo Giovani e também pela paz no mundo.




Notícias relacionadas