Sínodo 2015: D. Antonino Dias fala em trabalho de diálogo, «sem fugir aos problemas e tensões»

2015-10-12       Actualidade       Igreja  

  

Cidade dos Vaticano, 12 out 2015 (Ecclesia) - O Vaticano promoveu hoje uma conferência de imprensa para apresentar os recentes debates no Sínodo dos Bispos sobre a família, que procuram abordar questões tidas como fraturantes, sem “mudar tudo” nem “não fazer nada”.

“Nenhum destes extremos é uma opção”, disse o padre Thomas Rosica, um dos cinco porta-vozes que apresentou aos jornalistas os trabalhos das reuniões gerais de sábado e dos grupos linguísticos, esta manhã.

Em cima da mesa está a definição de “caminhos pastorais” para “possíveis soluções”, tendo em vista situações como a do possível acesso aos Sacramentos dos divorciados que voltaram a casar civilmente.

D. Antonino Dias, presidente da Comissão Episcopal Laicado e Família (CELF) e um dos dois delegados do episcopado português, sublinha que o Sínodo “continua, numa diversidade de línguas, culturas e experiências diferentes, mas sempre em busca da verdade sem fugir aos problemas e tensões que fazem parte do caminho que conduz à luz”.

Num texto divulgado através da página da Diocese de Portalegre-Castelo Branco, o bispo faz questão de sublinhar que “não é a doutrina que está em causa, mas a forma de a dar a conhecer e como agir pastoralmente nas circunstâncias mais problemáticas, em que pessoas estão envolvidas e sofrem com isso”.

O padre Federico Lombardi, diretor da sala de imprensa da Santa Sé, sublinhou que durante a assembleia sinodal, um organismo consultivo convocado pelo Papa, tem surgido a “consciência história das mudanças que houve no decorrer nos séculos em temas de caráter doutrinal e disciplinar” no ensinamento da Igreja a propósito do Matrimónio.

O responsável adiantou que alguns dos participantes foram “muito precisos sobre uma posição negativa” quanto a um possível acesso dos divorciados recasados à Comunhão, sem que com isso se queira diminuir a “atenção da Igreja por todas as pessoas que se encontram em situações difíceis”.

Antecipando o que estava previsto, 43 intervenções foram já dedicadas à terceira parte do documento de trabalho do Sínodo 2015.

Os segundos relatórios dos 13 grupos de trabalhos vão ser publicados na quarta-feira, preparando o relatório final que vai ser entregue ao Papa, a quem “competem as decisões” sobre o mesmo, incluindo a sua publicação imediata ou não, recordou o porta-voz do Vaticano.

O padre Lombardi disse ainda que a alegada carta escrita por 13 cardeais ao Papa, questionando a metodologia da 14ª assembleia geral ordinária do Sínodo dos Bispos, não deve ser considerada como um documento oficial, lembrando que pelo menos dois dos supostos subscritores já negaram terem assinado a missiva.

Dos trabalhos do Sínodo saíram apelos a uma nova valorização do tempo do noivado e da preparação para o matrimónio, bem como a “estratégias pastorais” que vão ao encontro de muitas famílias que “são deixadas de fora”.

Com os jornalistas estiveram hoje dois dos casais que participam nos trabalhos do Sínodo, Ketty Abaroa de Rezende e Pedro Jussieu de Rezende, do Brasil, e Penelope e Ishwarlal Bajaj, da Índia.

Este último, que nasceu numa família hindu, falou do seu casamento de quase 39 anos com uma católica e da sua decisão, há uma década, de se converter ao catolicismo, o que levou os seus filhos a batizar-se também.

Já Pedro Jussieu de Rezende mostrou-se “surpreendido” com algumas notícias relativas ao Sínodo dos Bispos e disse que não houve nenhuma “discussão significativa” sobre temas doutrinais, valorizando, do seu ponto de vista, propostas sobre a preparação para o matrimónio ou uma maior “abertura à vida”.

OC

Fonte: AgênciaEcclesia

 



Notícias relacionadas

         Carta Pastoral de Dom Ildo Fortes para 2018/19 - A FAMÍLIA, UM TESOUR ... (2018-09-19)
         Paróquias da ilha de São Vicente celebram Dia Internacional da Famí ... (2018-05-20)
         Secretariado Inter-paroquial da Família reúne dezenas de recém-casa ... (2018-03-03)
         Juventude e Família na agenda do Papa Francisco para 2018 (2018-01-05)
         Dom Ildo Fortes exorta ao amor na família durante III Encontro Nacion ... (2017-11-05)
         Dom Ildo Fortes satisfeito com o Encontro das Famílias da ilha de San ... (2017-07-11)
         Tema «Família, Justiça e Paz» reflectido em conferência na paróq ... (2017-03-26)
         Secretariado Diocesano da Família escreve mensagem para o Dia do Pai (2017-03-20)
         Conferências Sobre a Família (2017-01-25)
         “Misericórdia e Alegria do Amor na Família” (2016-10-19)